É ARROCHO: Ministro Barroso pede explicações ao diretor da PF sobre arquivamento de inquérito contra Temer: SAIBA!

Nas últimas semanas, o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, vem protagonizando episódios de bravata e “valentias” no STF. Dentre discussões com Gilmar Mendes e impaciência com o que ele mesmo disse ter visto na TV, como malas de dinheiro e gravações, está essa decisão de hoje, em que intimou o diretor da Polícia Federal a prestar explicações sobre suas declarações à Reuters. Segóvia disse que o inquérito contra o presidente ilegítimo, Michel Temer, caminha para o arquivamento. Em outras palavras, ao dará em nada.

Relacionadas

O delegado responsável pelo inquérito, Cleyber Malta Lopes, seria desafeto de Segóvia e a situação já estaria extrapolando os limites da Polícia Federal. A investigação ainda está em curso e há diversas diligências programadas para esse inquérito, o que, segundo Barroso, tornaria ilegal a declaração do diretor da Polícia Federal, já que o inquérito ainda não conta com relatório final.

você pode gostar também Mais do autor