É CONFUSÃO! Ciro chama promotor de “filho da puta” e manda recado, “essa mamata vai acabar”

O pré-candidato do PDT à presidência da República, Ciro Gomes, criticou o promotor de São Paulo que aceitou um processo contra ele por racismo e pediu a abertura de inquérito. O motivo da denúncia foi um comentário de Ciro em entrevista feita à rádio Jovem Pan, quando chamou o vereador Fernando Holiday (DEM-SP) de “capitãozinho do mato”.

“Um promotor aqui de São Paulo resolve me processar por injúria racial. E pronto, um filho da puta desse faz isso. Ele que cuide de gastar o restinho das atribuições dele, porque se eu for presidente essa mamata vai acabar”, disse Ciro, durante uma sabatina feita pela Abimaq (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos) em São Paulo, segundo o site Poder360.

Relacionadas

ASSISTA A PARTIR DO MINUTO 59

você pode gostar também Mais do autor