Em entrevista na Bahia, Ciro diz ter esperança em fechar acordo com Lula e o PT

O pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, ainda tem esperança de entrar em acordo com o PT, a maior legenda de centro-esquerda do país. Porém, é sabido que existe um impasse sobre coligar ou não.

Recentemente, o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), levantou a possibilidade de uma aliança entre os dois grupos. A declaração dele rapidamente repercutiu entre os petistas e foi veementemente refutada pela presidente nacional da legenda, senadora Gleisi Hoffmann (PT).

Relacionadas

Em entrevista a Osvaldo Lyra, do Tribuna da Bahia, Ciro gomes diz que respeita o tempo do PT, “respeito o momento traumático que eles estão vivenciando, mas há um país com 207 milhões de pessoas que precisa ser salvo de uma agenda impopular, ‘antipobre’ e antinacional gravíssima que não pode ser legitimada nesse instante”.

Presidenciável diz que está conversando com praticamente todas as legendas, mas com um limite: “Meu único limite que já está explícito é o MDB. Considero que o MDB precisa ser extinto pelo caminho da democracia”.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

você pode gostar também Mais do autor