Excesso de remédios é flagrado em cela de Geddel e juatiça recomenda perícia; CONFIRA!

m decisão do dia 5 de junho, a juíza Leila Cury determinou que o ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso na Papuda desde o ano passado, passe por perícia no Instituto Médico Legal (IML).

A ordem foi dada após a vigilância da penitenciária encontrar, na cela dele, diversos medicamentos: Nexium 40mg (65 comprimidos); Diazepam 5mg (8 comprimidos); Valium 10mg (4 comprimidos); Hermitartarato de Zolpidem 10 mg (2 comprimidos); Lexapro 10 mg (46 comprimidos); Lexapro 20mg (18 comprimidos); Cewin 500mg (13 comprimidos); Oxalato de escitalopram 20mg (29 comprimidos); Carbamazepina 200mg (10 comprimidos); Tylenol (4 comprimidos); Iboprufeno (7 comprimidos); e uma pomada Trafic.

Relacionadas

“O ilustre perito signatário do laudo e seu aditamento afirmou que ‘se todas essas substâncias forem ingeridas em sua totalidade, poderão causar a morte do periciando'”, escreveu a magistrado, em sua decisão.

Além disso, segundo ela, os exames foram solicitados porque Geddel está se “portando de maneira estranha, em razão de o mesmo estar sob efeito de alguns remédios”. As informações são do blog da Andreia Sadi, no portal G1.

Portal Click POlítica.

você pode gostar também Mais do autor