Geddel vira réu por lavagem de dinheiro e organização criminosa; SAIBA!

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu nesta terça-feira (8) denúncia contra o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB-BA), preso preventivamente há oito meses no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. As informações são do jornal O Globo.

O emedebista responderá por lavagem de dinheiro e associação criminosa como réu em uma ação penal relativa ao apartamento onde foram encontrados R$ 51 milhões em dinheiro, em Salvador.

O irmão de Geddel, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão de Geddel; a mãe deles, Marluce Vieira Lima; o ex-assessor Job Ribeiro Brandão; e o empresário Luiz Fernando Machado da Costa Filho também viraram réus na mesma ação.

Relacionadas

De acordo com denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), o dinheiro encontrado no imóvel na capital baiana é proveniente da prática de crimes.

Além da perda dos R$ 51 milhões, a PGR defende que, em caso de condenação, os réus paguem indenização por danos morais coletivos no mesmo valor. O órgão pediu, ainda, a perda de função pública. No caso de Lúcio Vieira Lima, isso significa que, caso condenado, ele deixará a Câmara dos Deputados.

Portal Click Política.

você pode gostar também Mais do autor