PERSEGUIÇÃO: Varredor de rua que trabalhava há 16 anos afirma que foi demitido por Tyrone e diz que família vai passar fome; CONFIRA!

0

O Prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB), está sendo acusado de perseguição contra os pobres que exercem função na edilidade municipal.

O funcionário de limpeza, Zezinho, conhecido na intimidade por “Juruna” disse que trabalhava há 16 anos “varrendo as ruas da cidade” e foi colocado pra fora pelo o Secretário de Infraestrutura, Luiz Gonzaga, “Chamou e disse que quem tinha votado com André Gadelha, iria ser demitido”, comentou.

Juruna “chorou” durante participação na imprensa, alegando que não tinha como sustentar a sua família, após a atitude de Fábio Tyrone, “Não sei como um gestor persegue uma pessoa pobre como eu, que tinha apenas esse emprego”.

Dezenas de pessoas ligaram para programas de rádio, repudiando a atitude do chefe do executivo sousense.

Tyrone ainda é acusado de reter o dinheiro da repatriação, que seria destinado ao pagamento de funcionários, aposentados e agentes de saúde.

CLICK POLITICA

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.