Trauma abre protocolo de morte cerebral de agente de trânsito atropelado em blitz

1

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena abriu na manhã deste domingo (22), o protocolo de morte encefálica do agente de trânsito Diogo Nascimento de Souza, 34 anos, atropelado durante blitz da Operação Lei Seca, na madrugada do último sábado (21), no bairro do Bessa, em João Pessoa.

Em entrevista ao Portal MaisPB, a assessoria de comunicação da unidade hospitalar explicou que o paciente foi avaliado por um médico neurocirurgião plantonista, mas passará por mais exames para finalização do laudo e confirmação da morte.Serão feito três exames para diagnosticar a morte cerebral do agente. Ele permanece sedado e respirando com a ajuda de aparelhos na UTI do hospital.

O desembargador Joás de Brito Pereira Filho concedeu habeas corpus e suspendeu o mandado de prisão temporária de Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva, suspeito de atropelar o agente de trânsito. O documento foi emitido na madrugada deste domingo (22), por volta das 3h da madrugada.

Nayanne Nóbrega – MaisPB

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. Murilo Diz

    Jornalista chapa branca…
    Porque não informa direito?
    Não é relevante informar que o agente foi assassinado pelo filho do dono da Rede Globo aí na Paraíba, quando deliberadamente jogou seu Porsche contra o agente?
    Tá com medo né?
    Saudades do tempo em que existiam jornalistas, não vira latas fofoqueiros. ..

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.