GILMAR DESMORALIZA MORO! “O Supremo, que deveria ser o teto, se tornou o piso.”

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse, ao jornal “O Estado de S. Paulo”, que o pagamento de auxílio-moradia e outros penduricalhos a magistrados compromete “terrivelmente a imagem do Judiciário”.

“Temos de encontrar algum denominador comum quanto ao devido salário dos magistrados. É preciso que seja bem definido”, disse Gilmar. “O Supremo, que deveria ser o teto (salarial), se tornou o piso.”

Prestes a deixar a presidência do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Gilmar disse que o País vive “clima fascistoide”.

Relacionadas

Como o sr. vê o fato de juízes como Sergio Moro e Marcelo Bretas receberem auxílio-moradia?

O auxílio-moradia é apenas a ponta do iceberg. Temos outros penduricalhos, como auxílio-creche, auxílio-livro. Os Estados que estão passando por crises pagam essas vantagens para juízes e promotores. Temos de encontrar um denominador comum quanto ao devido salário dos magistrados.

É inegável que precisa ser uma carreira bem paga, mas é preciso que seja bem definido. Mas que se encerre com esse quadro que compromete terrivelmente a imagem do Judiciário.

UOL

você pode gostar também Mais do autor