Haddad diz que PT segue para o penta nas eleições de 2018; SAIBA!

O PT confirmou em Convenção no início da tarde de hoje (sábado, 4/VIII), em São Paulo, a candidatura de Lula à presidência da República.

Participaram do evento lideranças do partido, como a presidenta Dilma Rousseff, o candidato ao governo de São Paulo Luiz Marinho, o ex-chanceler Celso Amorim, o senador Lindbergh Farias e o ex-prefeito Fernando Haddad.

O Conversa Afiada selecionou as principais declarações de Haddad – aqui reproduzidas de forma não-literal:

Eu sou daqueles que tem a convicção de que estamos rumo ao penta petista!

Vamos ganhar a quinta eleição consecutiva pra presidente com Lula!

As coisas se conformaram ao longo dos últimos meses.

De um lado, temos um candidato que representa a continuidade do Temer – do desgoverno Temer – o Alckmin.

Não vamos nos iludir: quem capitaneou todos os golpistas em torno de si, para dar continuidade às reformas é o PSDB.

PSDB deu coluna vertebral ao governo Temer!

Quem organizou o governo Temer foram os tucanos – que apresentam agora uma coligação de sustentação das reformas.

A mortalidade infantil cresce, os indicadores sociais descem, e esse governo não desiste de fazer o mal.

Por outro lado, graças à força do povo, à militância deste partido, temos Lula líder em todas as pesquisas no primeiro e segundo turno.

Algumas inclusive dão vitória no primeiro turno!

Eles imaginavam que Lula não teria prestígio junto ao povo. Eles imaginavam que, batendo na tecla todo dia, usando o jn, eles iam desgastar o Lula.

Mas o povo sabe quem o Lula é. E não é de hoje! O povo conhece o Lula!

Eles também imaginavam que iam acabar com o PT. Mas eles não entendem o que é o PT, o que é o Lula.

Relacionadas

Enquanto existir desigualdade, vai existir o PT!

Enquanto tiver jovem fora da universidade, criança fora da escola, vai existir o PT!

Dois anos passados do Golpe, alguns golpistas estão na cadeia. Pois há provas contra eles. Alguns estão desistindo das eleições, pois não têm condições de se apresentar junto ao eleitorado.

Alguns estão ainda no jogo política – mas eu garanto: hoje, não tem um golpista vitorioso, pois Lula derrotou todos. E o PT vai ganhar essas eleições!

Até a vitória, companheiros!

Ao mesmo tempo, em Salvador, o partido confirmou o nome do ex-governador Jaques Wagner para a disputa ao Senado pela Bahia.

Wagner reproduziu, em seu Twitter, os principais trechos de seu discurso:

Nós juntamos os azuis e os vermelhos pra construir o branco da paz na Bahia. Trabalhamos sem perseguir, sem intimidar, conquistando as pessoas pela palavra e pelo exemplo.

Só vamos longe se a gente for como um grupo, um projeto. E nós representamos isso: um projeto político novo pra Bahia, que ensinou que é possível governar com os diferentes.

Na democracia, temos que aprender a respeitar todos: negros, mulheres, jovens, LGBT, de que religião for. A Bahia é multirracial e multirreligiosa.

Nosso grupo conseguiu trazer o respeito aos baianos. Respeitamos quando fizemos estradas, hospitais, policlínicas, o Topa, o Água para Todos.

Essa convenção, com essa garra, essa força, é a prova de que estamos no caminho certo. O coroamento de um projeto que foi iniciado no Brasil pelo nosso querido ex-presidente Lula.

Lula não está aqui fisicamente porque os invejosos, os que tem preconceito nunca aceitaram que um filho de uma mulher simples chegasse à Presidência e fizesse muito melhor do que eles nunca conseguiram fazer.

Por inveja, por quererem ganhar no tapetão, por não terem coragem de entrar em campo pra enfrentar nosso melhor jogador eles trancaram Lula numa sala da Polícia Federal, mas os sonhos a gente não tranca em nenhum lugar.

Não conheço dois homens, dois seres humanos no Brasil, só conheço um, Luiz Inácio Lula da Silva, capaz de recolocar esse país nos trilhos.

O ex-presidente Lula não tá aqui fisicamente, mas tá na minha camisa que eu faço questão de vestir. Ele tá na mente e no coração de cada um de vocês, que querem ver o Brasil feliz de novo, próspero, respeitado no mundo inteiro.

você pode gostar também Mais do autor