JUSTIÇA TUCANA: Presunção de inocência sonegada a Lula deve ser garantida a Richa, dispara Requião

Por Esmael Morais, em seu blog – O senador Roberto Requião (MDB-PR) afirmou, via Twitter, que o ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), deve ter o direito à presunção da inocência que foi sonegada ao ex-presidente Lula. Por isso, argumenta o parlamentar, o tucano só deverá ser preso, se condenado, após trânsito em julgado de sua sentença.

Richa é alvo de investigação na lava jato pelo recebimento de R$ 2,5 milhões em propina da Odebrecht na campanha de reeleição. Ele deixou o governo no início de abril para concorrer ao Senado. Sem foro privilegiado, o processo desceu às mãos do juiz Sérgio Moro.

Relacionadas

Embora advogue pelo amplo direito de defesa do tucano no caso da Odebrecht, Requião adianta que Richa levará “pau puro” durante a eleição para o Senado.

“Reafirmo que sou absolutamente contrário a prisão preventiva de Beto Richa. A ele deve ser dado o direito à ampla defesa e só deverá ser preso, se condenado, após trânsito em julgado de sua sentença. Pau puro na eleição, isto ele merece! Claro assim?”, tuitou Requião.

Resumo da ópera: Requião afirma que será duro com Richa, mas sem perder a ternura jamais.

você pode gostar também Mais do autor