Ministro do STJ mostra coragem, segue a lei e retira processo das mãos de Moro; SAIBA!

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Sérgio Kukina decidiu retirar das mãos de Sergio Moro o processo de extradição de Raul Schmidt Felippe Júnior, alvo da Lava Jato que morta em Portugal.

O caso foi alvo de um conflito de competência entre Moro e o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Moro havia determinado a extradição do operador financeiro, que tem dupla cidadania, mas o TRF-1 suspendeu o processo. Moro queria manter a extradição mesmo contra o entendimento do TRF-1.

Relacionadas

O desembargador do TRF1 Ney Bello fez uma dura crítica à postura do juiz de Curitiba em um comunicado ao STJ. Na nota, Bello diz que é “inimaginável, num Estado Democrático de Direito, que a Polícia Federal e o Ministério da Justiça sejam instados por um juiz ao descumprimento de decisão de um Tribunal, sob o pálido argumento de sua própria autoridade”.

A decisão de Kukina põe um fim à disputa e fixa a Primeira Seção do STJ como órgão competente para discutir o assunto, já que a extradição envolve ato privativo ao ministro da Justiça. Leia mais em reportagem do Globo.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

você pode gostar também Mais do autor