NO QUEIXO DE MORO: Segurança de Atibaia desmente Globo e inocenta Lula; CONFIRA!

DO DCM:

Segundo a Folha, o tenente Valmir Moraes da Silva, da equipe de segurança de Lula, disse ao juiz Sergio Moro nesta quarta (30) que o ex-presidente esteve no sítio de Atibaia (SP) em cerca de 72 finais de semana, de 2012 a 2015.

Ele prestou depoimento como testemunha de defesa no processo que investiga se Lula se beneficiou de R$ 1,02 milhão em benfeitorias que teriam sido pagas pela Odebrecht e OAS.

O Ministério Público Federal acusa o petista de ser o verdadeiro dono do imóvel, que está no nome do empresário Fernando Bittar.

Valmir disse que fez o levantamento por curiosidade, após ver relatos na imprensa de que o ex-presidente teria estado no sítio em mais de cem finais de semana. Segundo ele, Lula levava uma bolsa de mão, com shorts, camiseta e agasalho, e retornava para casa com as roupas.

O segurança também afirmou que, desde o primeiro momento, ficou sabendo que o imóvel pertencia a Fernando Bittar. De acordo com ele, sempre que havia algum problema no sítio, a mulher de Lula, Marisa Leticia, dizia para ligar para o empresário.

O tenente disse, ainda, que Marisa, morta em fevereiro de 2017, levava bichos para o sítio e cuidava de uma horta no local.

Relacionadas

Em 2016, uma matéria do Bom Dia, Brasil, da Globo, afirmava que Lula “foi mais de uma centena de vezes ao sítio”.

Mas Lula diz que o sítio não é dele. Este sítio, para onde o ex-presidente Lula foi mais de 100 vezes, passou por reforma e a dona de uma loja de material de construção disse que a obra foi paga pela empreiteira Odebrecht, investigada na Lava Jato.

Informações do Portal da Transparência do Governo Federal mostram que as viagens da família do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva ao sítio em Atibaia, no interior de São Paulo, foram frequentes, desde 2012.

A propriedade tem mais de 170 mil metros quadrados, o que equivale a 24 campos de futebol. O sítio fica no meio da mata, tem piscina e um lago.

O site da Revista Época mostra que Lula e a família viajaram 111 vezes ao sítio ao longo de quatro anos. Uma média de uma visita a cada duas semanas.

Os detalhes estão no Portal da Transparência do Governo Federal. No site é possível ver que a segurança pessoal do ex-presidente o acompanhou nessas viagens, feitas de carro de São Bernardo do Campo a Atibaia.

Em 2012, Lula e a família passaram, pelo menos, oito fins de semana no sítio. Em 2013,19 fins de semana e feriados. Em 2014, 18; e no ano passado foram pelo menos 22 fins de semana, quase metade de todos os 52 fins de semana do ano.

Até o Réveillon, Lula passou no sítio, segundo os registros oficiais. Apesar de tantas visitas, o ex-presidente nega ser dono do sítio. Diz que usa o local apenas para descansar. (…)

você pode gostar também Mais do autor