O POVO VENCERÁ: Tarso Genro: “preparemo-nos, pois terão que soltar Lula”

O ex-governador e ex-ministro Tarso Genro comenta, no site Sul21, o livro de Boaventura Souza Santos “Esquerdas do Mundo, uni-vos”, Ed. Boitempo, 2018, que “traz uma análise-advertência da experiência atual de Governo em Portugal, pela qual a formação de uma maioria – para governar – foi forjada a partir de uma unidade mínima destinada a bloquear a destruição liberal-rentista do Estado Social. Para isso foram selecionados alguns pontos concretos de unidade, que resultaram num Governo de esquerda moderada, que não tem como objetivo nem a implantação de um regime socialista, nem a formatação de um novo tipo de Estado”.

Relacionadas

“Por estas condições e especificidades a experiência portuguesa pode indicar um caminho para sairmos da crise política derivada da ilegitimidade do Governo Temer, somente se uma Frente, aqui no Brasil (que deve ir até o centro progressista disperso em vários partidos) for liderada – em algum momento – pelos partidos e agrupamentos de esquerda. Seu ponto de unidade mínima deve ser a defesa dos princípios do Estado Social da Constituição 88, a retomada do pré-sal, a soberania alimentar, a moradia e a democratização da mídia. Opino hoje que os candidatos que se apresentam pelos menos formalmente como “de esquerda”, para o pleito presidencial deste ano – Lula, Boulos, Manuela e Ciro – já deveriam ir pensando em algo parecido com a “Geringonça” portuguesa, para o segundo turno. Não deu certo a prisão de Lula, preparemo-nos, pois terão que soltá-lo. E o Brasil, assim, vai voltar a andar, de novo”.

você pode gostar também Mais do autor