Polícia Federal constata que Geddel esteve em ponto de entrega de propina; CONFIRA!

Polícia Federal rastreou o celular do ex-ministro Geddel Vieira Lima, durante as investigação da Operação Cui Bono, que apura fraudes na liberação de empréstimos da Caixa Econômica, e concluiu que ele esteve nos locais indicados por Lucio Funaro como sendo pontos de entrega de propina.

Funaro é apontado como operador financeiro do MDB e fechou acordo de delação premiada. Durante os mandados de busca e apreensão, os agentes da PF localizaram com o doleiro planilhas em que constava a saída de dinheiro para o ex-ministro, uma delas datada de 17 de fevereiro.

Relacionadas

Um dia depois, por meio do rastreio, a polícia constatou que Geddel esteve no hangar do aeroporto de Salvador, local onde era feito o repasse de dinheiro, conforme Funaro. A polícia cita varias outras datas em que a situação se repetiu.

No relatório, o delegado Marlon Cajado detalha que “[…] a análise do terminal utilizado por Lúcio Funaro – (11) xxxx xxxx – , onde é possível verificar que seu telefone utilizou a antena ou estação rádio-base (ERB) das proximidades do Aeroporto de Salvador/BA, no dia 29/01/2014, precisamente às 19:39:52h. De outro lado, às 19:00h da mesma data de 29/01/2014, a ERB do terminal utilizado por Geddel Vieira Lima, (71) xxxx xxxx, também foi registrada nas proximidades do aeroporto de Salvador/BA”.

Portal Click Política.

você pode gostar também Mais do autor