Postulantes adiam definição em nível nacional, pois já se articulam com Lula; SAIBA!

A indefinição sobre a candidatura do ex-presidente Lula (PT), ameaçado de ser retirado da disputa eleitoral deste ano pela justiça, tem adiado o apoio de candidatos a governos estaduais no Nordeste a projetos nacionais. Mesmo os partidos que tem pré-candidato próprio, como MDB e PCdoB, vacilam em declarar apoio em outro candidato além de Lula por medo de perder apoio popular, já que o ex-presidente segue liderando com folga as pesquisas eleitorais na região.

Nos casos onde o PT tem candidaturas consolidadas, como o Rio Grande do Norte, com a deputada federal Fátima Bezerra, o Ceará, com Camilo Santana, o Piauí com Wellington Dias e a Bahia, com Rui Costa (os três últimos candidatos a reeleição), Lula já tem um palanque confirmado, o que facilita a composição de candidaturas de oposição.

Relacionadas

Nos demais estados, até mesmo candidatos de partidos que apoiaram o impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff (PT) estão inclinados a apoiar Lula. São os casos de Renan Filho, candidato a reeleição em Alagoas, e Roseana Sarney, que tenta voltar ao Governo do Maranhão, ambos do MDB. No último caso, Lula ainda pode ter lugar no palanque do atual governador Flávio Dino (PCdoB), antigo aliado petista, mas que tem evitado fazer movimentos por conta da pré-candidatura de Manuela D’Ávila a presidência.

Dividido entre apoiar a candidatura dos presidenciáveis Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) e até mesmo de lançar candidato próprio, os governadores e postulantes ao cargo do PSB no Nordeste estão próximos ao PT e a candidatura de Lula. Na Paraíba, o governador Ricardo Coutinho tem o PT em sua base de apoio e seu indicado para o pleito, João Azevedo (PSB), devem indicar apoio a Lula. Uma visita da senadora Gleisi Hoffman (PT) na última semana à Paraíba teve como objetivo costurar detalhes da aliança.

A situação é semelhante a vivida por Paulo Câmara (PSB), governador de Pernambuco. Mesmo com a pré-candidatura da vereadora de Recife, Marília Arraes (PT), crescendo nas pesquisas, os petistas trabalham com a possibilidade de ter dois palanques no estado, garantindo o apoio de Câmara. No Sergipe, a candidatura do deputado federal Valadares Filho (PSB) ao Governo, líder nas pesquisas de intenção de voto, deve contar com o apoio do PT e garantir mais um palaque para Lula.

você pode gostar também Mais do autor