Putin condena ataque contra Maduro na Venezuela

Com agencias – Rússia, Turquia, Cuba e Bolívia condenaram o atentado que tentou atingir o presidente da Venezuela Nicolás Maduro. Neste sábado (4), drones foram usados para detonar explosivos durante discurso de Maduro, em Caracas, diante do Exército, deixando sete soldados feridos. O presidente e sua equipe saíram ilesos.

Veja abaixo como os países se posicionaram:

Relacionadas

Rússia

Por meio de seu Ministério de Relações Exteriores, o governo da Rússia emitiu um comunicado repudiando o ato e pediu que as diferenças sejam resolvidas por meio do diálogo, onde impere um entendimento. “Condenamos energicamente uma tentativa de atentado contra o presidente da República Bolivariana da Venezuela, perpetrado no dia 4 de agosto, que provocou sete feridos”, diz o texto.

Para as autoridades russas, qualquer desentendimento ideológico se deve resolver “exclusivamente pela via pacífica e democrática”.

você pode gostar também Mais do autor