Renan condena ‘masmorra’ de Curitiba e pede Lula livre

O senador Renan Calheiros (MDB” diz, através de vídeo, que o Senado não pode errar outra vez como fez no caso do flagrante forjado pelo Ministério Público Federal contra o senador Delcídio Amaral. Ele também reclama da proibição da juíza de Execução do Paraná de visita de senador com o argumento de não pertencer a determinada comissão.

Para Calheiros, o que se discute não são as condições da prisão de Lula, “o que precisamos saber é se a prisão é legal ou não, constitucional ou inconstitucional. É se podem prendê-lo ou não depois da segunda instância”.

Relacionadas

“A condição da masmorra é consequência do descumprimento da Ordem Constitucional. O fundamental é sabermos agora é se alguns poucos podem se colocar acima da lei maior de um país. Se o STF vai ou não vai garantir a Constituição. Depois, se for o caso, e o Brasil pelas pesquisas espera que não sejam, pede-se para que façam como Sobral Pinto, que evocou a Lei de Proteção aos Animais na defesa dos perseguidos e presos políticos”, diz Renan.

Ele pediu, ainda, que as eleições de 2018 sejam transformadas em Constituinte, aprovar uma nova Ordem constitucional e a liberdade do ex-presidente Lula.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

você pode gostar também Mais do autor