Senadora Lidice da Matta diz que ataque a Wagner busca empartar impacto Geddel

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) foi mais uma das lideranças políticas que comentaram, nesta segunda-feira (26), a operação da Polícia Federal de busca e apreensão na casa do ex-governador da Bahia, Jaques Wagner.

Em entrevista à Rádio Sociedade, Lídice afirmou que, por crescer na opinião pública como o possível substituto de Lula caso o ex-presidente seja impedido de se candidatar nessas eleições, Wagner se tornou alvo de uma ação persecutória e que tem, entre os objetivos, “empatar o jogo” com relação ao caso das malas do ex-ministro Geddel Vieira Lima, hoje preso. Em um apartamento atribuído ao ex-braço direito de Temer, foram encontrados, no ano passado, R$51 milhões em espécie.

Relacionadas

“Coincidências na política existem cada vez menos. Wagner cresce na opinião pública como possível substituto de Lula, é campeão nas pesquisas de opinião para o Senado na Bahia (…) Me parece mais uma ação persecutória na tentativa de empatar o jogo desde que as malas de Geddel apareceram”, disse.

Na mesma entrevista, Lídice afirmou ainda não ter “dúvida nenhuma” de que “essas ações de espetacularização da ação policial, que se tornaram comuns no Brasil, têm objetivos políticos”.

Mais cedo, o governador da Bahia, Rui Costa, denunciou que a TV Bahia, afiliada da Rede Globo no estado, de propriedade da família do prefeito de Salvador, ACM Neto, chegou antes da Polícia Federal à casa do ex-governador Jaques Wagner.

você pode gostar também Mais do autor