TAXA DE PROTEÇÃO: Advogado acusado de cobrar propina deixa defesa de delatores; CONFIRA!

O advogado Antonio Figueiredo Basto, acusado de cobrar propina de delatores, deixou a defesa dos doleiros Marcelo e Renato Chebar, colaboradores da Justiça ao admitirem serem os responsáveis por lavar o dinheiro de Sergio Cabral.

Em seu lugar entra Maria Soffia Nedeff.

Relacionadas

O criminalista foi acusado por dois delatores de ter recebido mensalmente 50 mil dólares, entre 2006 e 2013, como “taxa de proteção” em um esquema comandado pelo doleiro Dario Messer. Figueiredo Basto prometia segurança em relação ao Ministério Público e à Polícia Federal.

Figueiredo Basto foi o responsável por tocar as delações de Alberto Youssef e Ricardo Pessoa.

CLICK POLÍTICA com informações de Coluna Radar

você pode gostar também Mais do autor